Mulher é assassinada pelo marido, que deixa carta confessando crime: ‘matei ela’

Mulher é assassinada pelo marido, que deixa carta confessando crime: ‘matei ela’
janeiro 16 15:08 2018 Print This Article

Mulher foi morta dentro da própria casa. Suspeito do crime fugiu.

Uma mulher foi assassinada pelo companheiro nesta segunda-feira (15), em Altamira, sudeste do Pará. O corpo de Deusiane Araújo Conceição, 27 anos, estava na residência do casal, ao lado de uma carta, na qual o suspeito confessava o crime.

  

Ediones ao lado da filha e de Deusiane: homem matou esposa e fugiu (Foto: Ascom/PC)

Deusiane foi encontrada morta, na casa localizada no bairro Buriti, com manchas de sangue pelo rosto e suja de fezes. Sobre a mesa da cozinha, a polícia achou uma carta. Na mensagem, Ediones Santos de Souza, com quem a vítima tinha uma filha, alegou que tomou a decisão de assassinar a esposa depois que essa se separou dele.

“Eu matei ela porque ela falou que não morava eu mais (sic) e eu tenho uma filha muito linda e amável. Falei pra ela que no dia que ela tirasse ela de mim fazia uma besteira com ela. E hoje, dia 15 e janeiro, eu matei ela e agora me mato (…)”, relatou na carta.

 

Trecho da carta deixada por suspeito do crime (Foto: Ascom/PC)

Ediones fugiu após o crime e ainda não foi localizado pela polícia, que solicitou a prisão preventiva do suspeito.

Ainda não se sabe como Deusiane foi morta. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal. A polícia suspeita de que ela tenha sido estrangulada, já que no corpo não havia sinais aparentes de tiro, facadas, espancamento ou perfuração.

Por G1 PA, Belém

Comentários

  Categories:
view more articles

About Article Author

Ana Moreira
Ana Moreira

View More Articles