Fim de semana terá 2ª maior Lua do ano graças à aproximação de evento cósmico

Fim de semana terá 2ª maior Lua do ano graças à aproximação de evento cósmico
novembro 04 13:09 2017 Print This Article

À noite, na virada de sábado (dia 4 de novembro) para domingo (dia 5), olhe para o céu. Você verá a Lua maior do que de costume.

Em sua rota orbital em torno da Terra, o satélite estará em sua posição mais próxima desde que 2017 começou e esta noite coincidirá com a fase cheia da Lua: você verá seu disco maior no céu e poderá notar que ela também estará levemente mais brilhante.

Por que a Lua estará maior essa noite?

Assim como a Terra gira em torno do Sol, a Lua gira em torno da Terra. Nesta dança dos astros cósmicos, a distância entre o planeta e o satélite natural aumenta e diminui.

Quando ela está em seu maior pico de distância (aproximadamente 405 mil quilômetros) – e portanto visivelmente menor – dá-se o nome de apogeu, e quando a Lua está o mais perto possível (pouco menos de 360 mil quilômetros) – e portanto visivelmente maior – chamamos de perigeu.

No dia 4 de novembro, a lua estará cheia e mais próxima do perigeu – que acontecerá de fato em 3 de dezembro, e será o momento em que a Lua ficará mais próxima da Terra.

Superlua: o que significa?

Quando o perigeu coincide com a fase da lua cheia, ocorre um fenômeno conhecido como superlua, bastante nítido aqui da Terra. O evento do dia 4 de novembro divide astrônomos: nomes importantes, como Fred Espenak, defendem que a Lua estará perto o suficiente para configurar uma superlua. A maioria dos especialistas, contudo, entende que a única superlua do ano ocorrerá na noite de 3 de dezembro.

Atmosfera da Terra pode ajudar (ou atrapalhar) a visão

“Se a lua cheia for observada em um momento em que o céu estiver sem nuvens e sem poluição, por exemplo, ela vai parecer maior e mais brilhante”, explica o astrônomo Roberto Costa, professor do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP.

Um trabalho publicado na Science Advances demonstrou que a poluição luminosa atrapalha nossa capacidade de ver todos os elementos do céu em até 80% – nos Estados Unidos, onde a pesquisa foi realizada, chega a 99%.

Melhor horário para ver

Especialistas recomendam que o melhor horário para observar a Lua é pouco antes dela se pôr no horizonte. O termo é conhecido como “ilusão lunar”: podemos vê-la mais brilhante e maior, devido à comparação que nossos olhos fazem com outros elementos, como montanhas ou prédios.

 

Comentários

  Categories:
view more articles

About Article Author

Ana Moreira
Ana Moreira

View More Articles