Justiça concede habeas corpus a empresário de Parauapebas, principal acusado pelo assassinato de jovem em 2010

Justiça concede habeas corpus a empresário de Parauapebas, principal acusado pelo assassinato de jovem em 2010
outubro 26 10:43 2017 Print This Article

Alessandro Camilo confessou o crime e disse que contou com a ajuda de outros dois comparsas para cometer o assassinato. A vítima, que estava grávida de nove meses, desapareceu e até hoje o corpo não foi encontrado.

A Justiça estadual concedeu um habeas corpus a um empresário de Parauapebas, no sudeste do Pará, que é o principal acusado pelo assassinato da jovem Ana Karina. Ele agora vai esperar pelo julgamento em liberdade. O crime foi em maio de 2010. A vítima, que estava grávida de nove meses, desapareceu e até hoje o corpo não foi encontrado.

O caso ganhou repercussão pela forma como a vítima foi morta. Ana Karina teve o corpo esquartejado, colocado dentro de um tambor com pedras e jogado no rio da região, Itacaiúnas.

Alessandro Camilo confessou o crime e disse que contou com a ajuda de outros dois comparsas para cometer o assassinato.

Nesta terça-feira (24), a quinta turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por unanimidade, concedeu habeas corpus ao acusado, que está preso há sete anos e seis meses.

Em 2013, a Justiça condenou a mais de 20 anos de prisão Florentino de Sousa Rodrigues, por ter intermediado o assassinato. Além de Alessandro Camilo, outras duas pessoas acusadas de envolvimento no caso aguardam julgamento. O homem que teria executado o crime continua preso e a noiva de Alessandro, que teria planejado o crime, responde ao processo em liberdade. Para a mãe de Ana Karina o sentimento é de impunidade.

Por G1 PA, Belém

Comentários

  Categories:
view more articles

About Article Author

Ana Moreira
Ana Moreira

View More Articles