Na hora da traição, 49% das pessoas escolhem a própria casa para o encontro

Na hora da traição, 49% das pessoas escolhem a própria casa para o encontro
outubro 17 22:06 2017 Print This Article

De acordo com a pesquisa realizada pelo site de encontros extraconjugais “Ashley Madison”, outros 66% das pessoas escolhem a casa do amante

Ao pensar em traição, é comum que as imagens que venham em mente sejam aquelas de um casal se beijando dentro de um carro parado em um local “escondido” ou entrando furtivamente em um motel. No entanto, de acordo com uma pesquisa realizada pelo “Ashley Madison” – site para quem busca relacionamentos extraconjugais – com 1800 pessoas, aquelas cenas de filmes em que a pessoa chega em casa e encontra o parceiro ou parceira em situações comprometedoras é mais real do que se imagina.

Quase metade das pessoas que cometem traição escolhe levar o amante para a própria casa, aponta pesquisa

 

Apesar de o hotel ainda ser o destino mais comum dos amantes segundo 80% das pessoas envolvidas em uma traição e consultadas pela pesquisa, para impressionantes 66% dos entrevistados, o local escolhido para encontrar o amante é a casa que essa pessoa divide com o cônjuge. Outros 49% dos entrevistados são ainda mais ousados e escolhem a própria casa para ter uma noite de amor com alguém que não é o parceiro ou a parceira.

Outros locais que, de acordo com a pesquisa, também entram na lista de escolhidos para encontros extraconjugais são o carro (para 67% dos entrevistados), um parque (43%), o local de trabalho (37%), uma casa de férias (10%) e até um avião (6%).

A audácia vai longe

Certo, a própria casa e o local onde o amante mora são locais comuns para o encontro indevido, mas a dupla não é ousada a ponto de usar a cama do casal na hora H, certo? Errado. De acordo com o estudo, 91% das pessoas que escolhem a casa para a traição fazem sexo no quarto. Para 54% delas, o sofá é o local perfeito para o sexo proibido, enquanto 38% preferem ir para o chuveiro. A cozinha, a piscina e até o quintal também entram na lista, concentrando 26%, 16% e 15% dos votos, respectivamente.

A pesquisa também reuniu dados a respeito do horário que as pessoas escolhem para a traição. De acordo com a maior parte delas (34%), o melhor momento do dia para o encontro é a parte da tarde, durante o horário de trabalho, já que não compromete o tempo que a pessoa deveria estar com o cônjuge. 30% delas, porém, estão dispostas a se atrasar para o jantar em família, tendo a noite como momento favorito. Enquanto isso, apenas 16% escolhem a manhã para o encontro proibido.

Fonte: Delas – iG 

Comentários

  Categories:
view more articles

About Article Author

Ana Moreira
Ana Moreira

View More Articles