Estudante paraense participa de reality de moda nacional

Estudante paraense participa de reality de moda nacional
julho 30 12:50 2017 Print This Article

A paraense Aristéia da Silva, 33 anos, realizou um sonho de adolescência. Ela sempre quis trabalhar com moda, mas as distâncias e as dificuldades não permitiram essa realização profissional. Isso até agora. Costureira há 15 anos, ela participou, na última semana do Reality Fashion, ocorrido em Maringá (PR) e ficou em 8º lugar entre os 30 participantes.

Além das diferenças culturais, Aristéia teve que se acostumar primeiramente com o clima, mais frio e seco, e depois com a alimentação. “Eu achei que na comida do Paraná falta um pouquinho de sal, de pimenta, de mais tempero. Fui muito bem tratada, mas bem que poderia ter mais pimenta”, brinca ela, que mora em Marabá.

Porém, o desafio maior estava na área profissional. De segunda a sexta, 30 alunos de todo o Brasil, matriculados no curso de design de Moda da Unicesumar, ficaram confinados no campus de Maringá (PR), com uma rotina restrita. Os alunos foram divididos em grupos de três, trabalhando e dormindo no mesmo local.

Apesar da empolgação do trabalho, seu coração ficava dividido, por conta da saudade de seu filho Anthony e do marido Antonio. A comunicação com a família tinha horário pré-determinado pela organização do reality. “Falava com eles ao telefone, mas a saudade apertava mesmo. Apesar disso, eles ficavam tranquilos porque sabiam que estava feliz fazendo o que eu amo”, explica.

DESAFIOS

Os grupos desenvolveram ideias e peças de acordo com a necessidade apontada pelos organizadores do evento. O tema geral foi Pluralidade Brasileira – que Aristéia viveu na prática. Os outros integrantes do time foram Michele Bastos, de Rio Grande (RS), e Izaque Santos, de Ponta Grossa (PR). A equipe vencedora recebeu um prêmio de R$ 3 mil.

Segundo a coordenadora do curso de design de Moda e organizadora do evento, Sandra Franchini, a paraense mostrou que sabe trabalhar em equipe. “O grupo dela foi muito bem. Aristéia se comportou profissionalmente, como uma verdadeira designer, dando ideias e colocando a mão na massa. Ela aliou criatividade e prática”, destaca Sandra.

Para Aristéia, o trabalho em equipe é bastante delicado, porque é preciso levar em conta a opinião de todo o grupo. “Cada um tem sua própria cultura, seus valores, seus costumes e gostos diferentes”, declara a estudante paraense. “Mas acredito que houve bastante entrosamento e entendimento mútuos. Essa experiência foi muito boa, porque é um aprendizado para a vida toda”.

Na noite da última sexta-feira (28), aconteceu a grande final, com um desfile de moda no qual todas as roupas exibidas foram desenhadas pelos alunos. O sonho da jovem costureira de Marabá se concretizou, ao ver as modelos usando suas criações.

A TRAJETÓRIA DA PARAENSE – A BUSCA POR UM SONHO

Nascida em Marabá, Aristéia sempre sonhou em trabalhar com moda. Após terminar o ensino médio, não tinha condições para fazer cursos de especialização. Decidiu aprender na prática. Dez anos se passaram trabalhando em seu ateliê, até que, finalmente, ficou sabendo do curso de Moda a distância, que a Unicesumar oferecia.

Ela não pensou duas vezes e se matriculou. Porém, o polo mais próximo ficava em Belém, a 550 km de distância. “Quando precisava ir ao polo, era um dia inteiro de ônibus para chegar lá. Mas isso não me impediu de ir atrás do meu sonho”, relembra. Com a abertura do curso em Marabá, a vida de Aristéia ficou mais tranquila e as oportunidades apareceram rapidamente. Seu conhecimento técnico foi sendo aprimorado, ela se destacou no curso e foi selecionada para o reality.

(Diário do Pará)

Comentários

  Categories:
view more articles

About Article Author

Ana Moreira
Ana Moreira

View More Articles