Seden se prepara para colocar Parauapebas na rota do turismo

Seden se prepara para colocar Parauapebas na rota do turismo
fevereiro 13 11:19 2017 Print This Article

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento (Seden) está convencida de que a chamada capital do minério tem muito mais a mostrar ao Brasil e ao mundo, além de jazidas de ferro e outros minerais, e pode ser colocada no roteiro nacional de turismo. Para isso, o titular da Seden, Isaías da Pioneira, já vem participando de várias reuniões para alinhar parcerias que promovam o potencial turístico de Parauapebas.

A primeira reunião foi em Belém com o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, com a presença de Flávia Lima, coordenadora estadual do Programa de Qualificação no Turismo (Peqtur), e Álvaro Espírito Santo, coordenador geral do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo, no Pará (Prodetur/PA), que tem apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Em Belém, o encontro durou cerca de cinco horas. Uma segunda reunião está programada para ocorrer no final de março deste ano, quando deverá ter sido concluído o projeto que a Seden mandou preparar sobre as potencialidades turísticas de Parauapebas, que irão nortear os programas de governo e as ações para o setor.

O projeto será apresentado ao Governo do Estado e ao Prodetur, com os quais a Seden já solicitou orientações para a captação de recursos federais para o turismo de Parauapebas. “Na próxima reunião nós também vamos conversar com o representante do governo federal sobre o processo de captação de recursos, quais os procedimentos, para que na hora de apresentarmos nossos projetos a gente não encontre entraves”, diz Isaías da Pioneira.

Mas será que agora o turismo de Parauapebas sai do papel? “Não tenha dúvida disso. Nossa secretaria está dando atenção especial ao turismo, que é fonte de renda e de emprego em qualquer lugar. Basta saber explorar”, responde, categoricamente, Isaías da Pioneira, para destacar que a prefeitura está determinada a chamar atenção do Brasil e do mundo para o turismo de Parauapebas.

Essa tarefa não é tão complicada. O titular da Seden observa que existem cidades brasileiras, como Carolina (MA), com menos atrações e menos beleza a ser explorada “e que estão bem melhores do que Parauapebas” quando se trata de turismo.

“Temos o parque zoobotânico que fica na Serra dos Carajás, o teatro, Praça de Alimentação, casa de hóspede, aeroporto, trilhas, cavernas e outras riquezas naturais, como a fauna e a flora sediada em meio ao verde predominante da floresta; temos uma rica Parauapebas que tem muito que ser explorada”, enumera Isaías da Pioneira.

De fato, Parauapebas está numa região que pode atrair interesse de turistas do mundo inteiro, o que não passa despercebido por Adenauer Góes, que se mostra impressionado com “o grande potencial de Parauapebas”, uma cidade com águas termais, que recebe pessoas de todo o Brasil atraídas pela exploração mineral e que tem três opções de acessibilidade: rodoviária, ferroviária e aérea.

Agora, é partir para o ecoturismo, ressalta Isaías da Pioneira. “Só precisamos criar estratégias para atrair os turistas”.

Texto: Hanny Amoras/Antônio Marcos – Fotos: Matheus Costa

Comentários

  Categories:
view more articles

About Article Author

Ana Moreira
Ana Moreira

View More Articles