Deputado paraense bate-boca em comissão da Câmara

Deputado paraense bate-boca em comissão da Câmara
novembro 24 09:35 2016 Print This Article

download-1O deputado federal paraensem Wladmir Costa, do Solidariedade (SD), fez mais uma das suas e bateu boca durante reunião em que o governo barrou a convocação do ministro Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo. Costa chamou o Partido dos Trabalhadores de quadrilha e foi interpelado por um dos parlamentares petista.

Segundo informações do Congresso em Foco, a reunião ocorria na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) e com alto número de de aliados, o governo conseguiu barrar a convocação de Geddel para que explicasse sobre a denúncia de tráfico de influência ou advocacia administrativa.

Geddel foi acusado pelo ex-titular da Cultura, Marcelo Calero, de lhe pedir que interferisse na liberação da construção de um prédio, onde tem um imóvel, em área histórica de Salvador.

Ainda de acordo com o site, Wladimir Costa, que é aliado do governo, e Paulão (PT-AL) chegaram a trocar vários insultos.

Durante sua fala, Wladimir Costa acusou a bancada do PT de adotar um “discurso de ódio” e de sofrer de “Geddelfobia”. “Quem é o PT para vir cobrar moralidade, ética? O PT nada mais é do que uma grande organização criminosa. Quem quer falar com vocês é o juiz Sérgio Moro. Lave a boca com soda cáustica para falar do ministro Geddel. Seus imundos, irresponsáveis, desqualificados, despreparados”, disse o deputado visivelmente alterado.

Paulão reagiu lembrando que Wladimir já havia sido preso. “Isso é um bandido!”, afirmou.

Sem o menor decoro, Wladimir atacou familiares do adversário: “Preso foi tua mãe, seu vagabundo! Só se foi a prostituta da tua mulher!”, gritou.

A discussão terminou quando o presidente da comissão, Léo de Brito (PT-AC), interferiu e pediu calma aos pares.

(Com informações do Congresso em Foco)

Comentários

  Categories:
view more articles

About Article Author

Ana Moreira
Ana Moreira

View More Articles